CM Formiga investe quase R$70 mil na formação de seminaristas

O ano de 2018 chega ao fim com bons resultados na área do Conselho Metropolitano de Formiga da Sociedade de São Vicente de Paulo (SSVP). A Unidade Vicentina investiu R$69.900 na formação do clero, contribuindo financeiramente com 20 seminaristas de baixa renda. A informação foi repassada pelo tesoureiro, confrade Marco Antônio Lacerda, durante a última reunião de diretoria, nesse último sábado.

A ajuda a seminaristas provém do Caixa Dom Belchior, um programa mantido pelos vicentinos dos 11 Centrais vinculados ao CM Formiga. Na última reunião da Conferência de cada mês, os membros fazem uma doação pessoal. Esse dinheiro é destinado à assistência dos seminaristas.

O tesoureiro ainda informou que de janeiro a novembro, o Metropolitano teve uma receita de R$611.221,81 e despesa de R$518.816,21. Todo o dinheiro foi usado para único e exclusivo fim do trabalho em favor dos Pobres.

Na mesma reunião, foram incluídos ao programa mais dois seminaristas: Mike Elias Bernardes Rocha e Brenner Ramos Rocha.

 

Aprovações

 

As lideranças vicentinas que estiveram presente à reunião ainda aprovaram:

 

- Doação de R$30 mil para o asilo de Martinho Campos

- Contrato de comodato entre o Central de Piumhi e a Associação de Amparo e Valorização da Vida

- Ata de eleição da Casa do Idoso Vovô Nunuca, no Central de Bom Sucesso

- Estatuto do Conselho Central de Santo Antônio do Monte

- Venda de lote do Lar São Francisco, em Formiga

- A escritura do Lar São Vicente de Paulo, em Cássia, área do Conselho Central de Passos

- Estatuto do Lar Vicentino Chico Norberto do Central de Campo Belo

- Estatuto da Casa de Repou Bem-viver Divina Vieira de Iguatama

- Venda de terreno da Vila Vicentina Dom Manoel, do Conselho Central de Luz