Casal prioriza os Pobres no dia mais importante da vida dele

A história de amor da professora Lucimar Rosa de Souza Silva (50) e do frentista Paulo Roberto da Silva (51) daria facilmente um enredo de filme romântico com final feliz. Eles se apaixonaram na juventude, mas por causa de circunstâncias da vida, não puderam ficar juntos. Paulo se casou. E Lucimar também seguiu a vida dela. Depois de 20 anos separados, o destino os uniu novamente. Paulo estava divorciado e Lucimar solteira. Foi então, que dois, há 15 anos, decidiram morar juntos. Deste relacionamento nasceu Maria Eduarda, hoje com 13 anos.

Lucimar é vicentina, membro da Conferência São Judas Tadeu, em Formiga (MG). Ela e Paulo viviam felizes, mas a consócia tinha o desejo de se vestir de noiva e se casar. Eis que o sonho virou realidade no último sábado (8).

Momento da cerimônia

A professora estava decidida a fazer uma festa para comemorar os 50 anos de idade. Foi então que teve a ideia de aproveitar o momento para selar civilmente o matrimônio. A cerimônia aconteceu em um buffet formiguense.

Por si só, esta história já é linda. Mas o desfecho dela é ainda mais surpreendente. No convite, os noivos descreveram os presentes que queriam ganhar: em vez de artigos para a casa, eles pediram fraldas e cestas básicas. Tudo para ser doado ao Lar São Francisco de Assis, Obra Unida da Sociedade de São Vicente de Paulo (SSVP), em Formiga. “Deus já proporcionou tantas maravilhas para a minha vida, que eu não sinto mais o direito de ganhar nada. Como sou vicentina, e conheço as dificuldades que o Lar enfrenta, decidi fazer algo que pudesse beneficiar os idosos”, conta Lucimar, emocionada. “Até agora eu não estou acreditando no sonho que vivi. O casamento saiu do jeito que eu imaginava e os convidados aceitaram o desafio de ajudar o lar, presenteando-nos com as doações. Quando fui levá-las ao asilo, a alegria ainda foi maior por ser recebida com tanto carinho pelos moradores”.

A quantidade de materiais arrecadados ainda não foi contabilizada. O que se sabe, agora, é que o amor realmente é o sentimento mais nobre que existe; um coração repleto de amor torna-se capaz de espalhar todos os bons sentimentos, a exemplo da caridade, onde quer que ele vá!