Consócia da área do CM Formiga faz redação para concurso internacional

O Conselho Geral Internacional da Sociedade de São Vicente de Paulo (CGI/SSVP) promoveu um concurso de redações sobre Emmanuel Bailly, um dos principais fundadores da instituição. Na área do Conselho Metropolitano de Formiga, a consócia Imaculada Neves, do Central de Arcos, foi uma das participantes. Ela não venceu a disputa, mas recebeu um certificado de participação.

Neves conta que o maior prêmio que poderia receber, ela conquistou, que foi o de conhecer mais sobre a vida de Bailly.  “Eu sabia que não tinha chances de ganhar, mas o que aprendi e me emocionei com esta pesquisa, valeu muito. Parecia que eu estava lá, revivendo os sentimentos dos primeiros fundadores”, comenta.

Quando soube da competição, a vicentina quis se inscrever justamente para se aprofundar na vida e obra de Bailly. Foram dois dias de pesquisas.

Em reconhecimento  pelo trabalho feito, o CGI enviou um certificado para a vicentina de Arcos.

A ganhadora do concurso foi uma brasileira: a consócia Luciana Moreira, que mora em Limeira (SP). Ela recebe 2 mil euros.