Denor repassa orientações técnicas na área contábil

DENOR – ORIENTAÇÃO TÉCNICA CONTÁBIL

Formiga-MG, 08/09/2012

Referencias e subsídios legais:

Regulamento da SSVP

Art. 47 – Duo centésima e meia  (2,5%), contribuição das Obras Unidas com a seguinte destinação:

25%     Conselho Central

25%     Conselho Metropolitano

25%     DENOR Conselho Metropolitano

20%     Conselho Nacional do Brasil

5%       DENOR Conselho Nacional do Brasil

Art. 48 Décima (10%) Contribuição

Orientações Complementares – Item 3

Não se considera “Receita” a parte que se tem de repassar e a parte repassada não é “Despesa”

Exemplo demonstrativo:

O Valor de 1.000,00 recebidos pela Conferência tem o seguinte destino:

Denominação

Receita

Repasse

Conferencia

900,00

100,00

Conselho Particular

90,00

10,00

Conselho Central

9,00

1,00

Conselho Metropolitano

0,90

0,10

Conselho Nacional do Brasil

0,10

-

 

O valor de 4.000,00 recebido pela Obra Unida tem o seguinte destino:

Denominação

Receita

Repasse

Obra Unida

3.900,00

100,00

Conselho Central

25,00

75,00

Conselho Metropolitano

50,00

25,00

Conselho Nacional

25,00

-

 

Na Contabilidade que temos analisado pela forma empregada pela Entidade verificamos a Seguinte DRE

 

                                   RECEITAS

                                   Décimas                                   10,00

                                   2,5 Obras Unidas                   100,00

                                                                                  ---------

                                   Total                                       110,00

                                   DESPESAS

                                   Pagamento Décima                   1,00

                                   Pagamento 2,5                        75,00

                                                                                  --------

                                   Total                                       76,00

                                   Superávit                                34,00

Quando o DER é verificado por um Órgão Publico há sempre um questionamento: se a receita foi de 110,00 por que os pagamentos? O mesmo acontece com a Entidade na hora de pedir uma ajuda; se não tivesse pago não seria necessária a ajuda. Aí vem as explicações, na verdade desnecessárias se a Contabilização tivesse sido correta: A DRE acima seria:

                                   RECEITAS

                                   Décimas                                 9,00

                                   2,5 Obras Unidas                   25,00

                                                                                  -------

                                   Total                                       34,00

                                   Superávit                                34,00

Para que cheguemos ao segundo DRE na Contabilização devemos proceder da seguinte forma:

A título de exemplo, usaremos as seguintes contas no Plano de Contas:

 

Ativo Circulante                                                      Passivo circulante

Caixa ou Bancos                                                       Décimas a Repassar

                                                                                  2,5 a Repassar

                                                                                  Contas de Resultado

                                                                                  Receitas

                                                                                  Décimas recebidas

                                                                                  2,5 recebidos

A Entidade quando do recebimento dos 10,00 de Décimas e 100,00 de 2,5 faria os seguintes lançamentos:

D – Caixa ou Bancos

C – Décimas a repassar ................10,00

C – 2,5 a repassar..........................100,00

            -----//----

Estes lançamentos podem ser no final de cada mês:

D – Décima a repassar

C – Décimas recebidas................ 9,00

            -----// -----

D – 2,5 a Repassar

C – 2,5 recebidos.........................25,00

            ----//-------

No repasse a outra Entidade:

D – Décima a repassar

C – Caixa ou Bancos.....................1,00

            ----//-----

D – 2,5 a Repassar

C – Caixa ou Bancos ...................75,00

            ----//-----

Nas notas explicativas constariam Décimas recebidas 10,00 repassadas 1,00, 2,5 recebidos 100,00 repassados 75,00, o valor ainda não repassado já constaria pro visionado no Passivo. O que já seria uma prestação de contas a outra Entidade.                                                                                         

Estaremos assim atendendo à ITG 2002 e normas contábeis (Essência sobre a forma)

Esta norma deve partir do DENOR do CNB para que tenhamos uma Contabilidade uniforme.

Quanto à Coleta Dom Belchior não deve constar do DRE, Debita o Caixa ou Banco e Credita Coleta Dom Belchior no Passivo Circulante pelo recebimento. Debita Coleta Dom Belchior no Passivo Circulante e Credita Caixa ou Banco pelo envio ao Metropolitano.

Louvado Seja Nosso Senhor Jesus Cristo!

Atualizado em 13/05/2016.

 

 

Confrade Geraldo Pinto

Coordenador do Denor do CM Formiga