Metropolitano completa 20 anos e reúne ex-presidentes

O Conselho Metropolitano de Formiga da Sociedade de São Vicente de Paulo (SSVP) completou 20 anos de instituição em 5 de outubro. A festa aconteceu no dia seguinte (6), no Lar São Francisco de Assis, em Formiga. Oportunidade quando vicentinos, benfeitores e assistidos puderam celebrar este feito histórico no campo administrativo da entidade.

As comemorações começaram com a entrega de uma medalha de honra ao mérito aos presidentes que passaram pelo Conselho Metropolitano. Foram eles: Antônio Cruz (1990 e 1996), Arízio José Fonseca de Azevedo (1996 e 2000), Geraldo Pinto (2000 e 2004; e 2016 e 2020), Flávio Fernandes Castro (2004 e 2008), Arlan Bueno (2008 e 2012) e Carlos Campos (2012 e 2016). Apenas o confrade Arlan não compareceu por motivos pessoais.

Houve ainda o lançamento de uma música vicentina, denominada ‘Alegria a Mil’, composta e tocada pela Banda Ozanam, da área do Conselho Central de Arcos.

O atual presidente do Conselho Metropolitano de Formiga, confrade Geraldo Pinto, disse que a mesma chama de caridade que despertou os fundares da SSVP para o serviço com os Pobres deve se manter acesa em todos nos membros da instituição para que eles estejam sempre motivados a lutar pela causa caritativa.

O primeiro presidente do CM, confrade Antônio Cruz, também falou sobre a importância dos vicentinos nas vidas dos Pobres e pediu que os adultos sempre incentivem os jovens para que as fileiras da SSVP se renovem ao longo dos anos.

SANTA MISSA

Um dos momentos mais marcantes deste aniversário foi a Santa Missa, celebrada pelo padre Joelson Sotem (Congregação da Missão-CM) e concelebrada pelo padre Pedro Felisberto Ferreira (assessor Espiritual do CM).

Na oportunidade, padre Joelson externou a alegria em participar da festa, porque a comemoração aconteceu no Lar São Francisco de Assis, junto aos idosos asilados. "Estamos aqui ao lado dos prediletos do Senhor, aqueles que foram confiados aos nossos cuidados. Vocês não poderiam ter escolhido lugar melhor".

O consagrado lembrou como foram audaciosos os primeiros vicentinos que lutaram pela criação do Cm na área. Precisamos pensar o quanto os vicentinos da época pensaram grande em pedir a criação de um Conselho Metropolitano para facilitar os trabalhos e fortalecer a região”. Conclui, questionando. “Eles pensaram grande e, hoje, estamos aqui celebrando os 20 anos. A minha pergunta é: o que nós hoje estamos fazendo e pensando de grande dentro da SSVP para que tenhamos orgulho de ter feito história dentro da SSVP e dentro da Igreja de Jesus Cristo”.

As atividades foram encerradas com um coquetel.